segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Almas Gêmeas.

Estranho... não sei por que, mas agora pensei em mímicos.
Sei lá, acho que talvez mímicos sejam mais felizes que palhaços. Não, isso não tem nada a ver com o texto, apenas "pensei alto".



Rogério e Marli estão no carro, com Marli ao volante. O sinal fecha e Rogério observa o ônibus que para ao seu lado e divaga:


-Não é irônico? Por exemplo, ali, naquele ônibus, as pessoas que estão nele. Um homem que está nele pode estar ao lado do seu grande amor e não notar porque está ocupado demais olhando pela janela, e ela pode não notar que o homem de sua vida está ao seu lado porque está distraída lendo o jornal! Aquela pessoa que cruzamos na rua e perguntamos as horas, aquelas que estão na nossa frente ou atrás de nós na fila do banco, do correio, da padaria, enfim... Essas pessoas podem ser nossas almas gêmeas, e simplesmente não notamos porque estamos ocupados com outras coisas e às vezes basta um gesto simples, como olhar pro lado pra notá-la, como você, como agora!!

É a primeira vez que te digo isso, mas gosto de você desde, sei lá... Desde sempre! Mas nunca te disse isso, e eu nem sei o porquê não te disse antes, acho que por medo, mas o medo acabou, e eu queria saber se você, se eu tenho chance com você, eu só não quero que isso interfir...

-Desculpa Rô, você falou alguma coisa? Eu tava retocando o batom e não prestei muita atenção...

-Não, não é nada importante não. Olha lá, o sinal abriu...



Almas Gêmeas - Paulo Oliveira

2 comentários:

Ranzinza disse...

Deve ser por isso que as mulheres solitárias são as que mais vivem se maquiando nos ônibus e metrôs da vida...

Isso realmente dá o que pensar!

Ranzinza disse...

O que está havendo?
Secou a fonte?
Falta de inspiração?
A Musa o desencantou?